terça-feira, 7 de julho de 2015

Escalas maior e menor

Já vimos que, na música tonal, há dois modos - modo maior e modo menor.
Hoje vou apresentar aqui as escalas de Dó maior e de Dó menor e comentar como elas se estruturam.


Estas indicações como um ângulo entre algumas notas mostram que entre elas há um semitom. Na escala maior, este semitom se encontra entre o III e IV graus e entre o VII e VIII graus. Grau é cada uma das notas da escala, a partir da mais grave. Na escala menor, os semitons aparecem entre o II e III e o V e VI graus.
Outro detalhe sobre as escalas menores é que elas apresentam três formas: primitiva, harmônica e melódica.
A forma primitiva é esta apresentada. Na forma harmônica, o VII grau é alterado para um semitom acima. No caso de Dó menor, a nota Si, na forma harmônica, seria Si natural. 
Há ainda a forma melódica em que, no sentido ascendente, o VI e o VII graus são alterados e, no sentido descendente, volta para a forma primitiva.
As alterações existentes nos tons aparecem normalmente ao lado das claves, formando o que se chama de armadura de clave. No caso de Dó maior, não há nenhuma alteração. Já em Dó menor, há três bemóis na armadura de clave, que são exatamente as notas Sib, Mib e Láb.
A propósito, a ordem dos bemóis é Si, Mi, Lá, Ré, Sol, Dó, Fá. 
A ordem dos sustenidos é Fá, Dó, Sol, Ré, Lá, Mi, Si.