terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Noite feliz



É época de Natal e já se escutam melodias natalinas por toda a parte.
Estou apresentando  uma música muito cantada nesta época: Noite feliz, também chamada Noite de Paz, de Joseph Mohr e Franz Gruber.
Vejam a partitura:













A música começa com o terceiro dedo da mão direita na nota Fá. 

No terceiro compasso,é só estender um pouco a mão e alcançar o Dó agudo (Dó 4) com o dedo 5. 



A música segue e no compasso 6, colocamos o dedo 3 no Sol, para em seguida alcançar as notas Fá e Ré. 



No compasso seguinte, novamente o dedo 2 da mão direita no Sol e depois
repetimos a manobra do compasso 6 (dedo 3 no Sol).


 Deslocando um pouco a mão para a direita, colocamos o dedo 3 na nota Dó 4 (agudo).



No penúltimo compasso, colocamos o dedo 3 na nota Si e em
seguida o mesmo dedo na nota Fá.





No último compasso, é só passar o dedo 2 sobre o polegar
e tocar a última nota - Si bemol.




Esta música está no tom de Si bemol. Então as notas Si e Mi são bemóis, isto é, são tocadas nas teclas pretas imediatamente à esquerda do Si e Mi naturais. Na foto acima, pode observar o Si bemol.

Na mão esquerda, temos os acordes:
Si b/Ré (Ré, Fá, Si b)



Fá 7/Mib (Mib, Fá, Lá)




Mi b(Mib, Sol, Sib)





Veja as fotos, compare com a partitura, aprenda a música e Feliz Natal!



quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Intervalos na música - resultado do teste








Veja o resultado do teste proposto no artigo anterior, sobre os intervalos na música.
A classificação correta dos intervalos é a seguinte:

Mi - Fá - 2ª menor
Sol - Lá - 2ª maior
Sol sustenido - Lá - 2ª menor
Si - Dó - 2ª menor
Si bemol - Dó - 2ª maior
Ré bemol - Mi - 2ª aumentada (Vou explicar agora.)
Ré bemol - Mi bemol - 2ª maior
Sol sustenido - Lá sustenido - 2ª maior

Os intervalos Mi - Fá e Si - Dó apresentam apenas um semitom (meio tom) de distância e são segundas menores. Todas as outras 2ªs naturais são maiores.
Quando há alterações, é necessário observar no teclado, por exemplo, se o intervalo aumentou ou diminuiu. Se for maior e diminuir, fica menor. Se for menor e aumentar, fica maior. Se for maior e aumentar, torna-se aumentado, como no caso de Ré bemol - Mi: o intervalo Ré - Mi é uma 2ª maior; o bemol no Ré aumenta o intervalo (veja no teclado); a segunda então torna-se aumentada.

Quando ambas as notas do intervalo forem alteradas da mesma forma, como em Sol sustenido - Lá sustenido, o intervalo mantém a mesma classificação. Assim, Sol - Lá e Sol sustenido - Lá sustenido classificam-se igualmente como intervalos de 2ª maior.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Compasso composto

Estou apresentando hoje um fragmento da música Criança feliz, que é escrita em compasso composto.
Até aqui todas as músicas que vimos são escritas em compasso simples.
O composto composto é formado de 2 ou mais compassos. Por exemplo, esta música está no compasso 6 por 8, que é composto de 2 compassos 3 por 8, isto é dois compassos ternários.
Veja a partitura:





Cada compasso tem seis colcheias ou figuras equivalentes. A contagem pode se dar também em dois tempos, ficando cada tempo com três colcheias.

Veja como a música pode ser tocada no teclado ou piano.
Inicia-se com o dedo 2 da mão direita na nota Sol.

No segundo compasso, mudamos o dedilhado para o dedo 2 na nota Lá, de forma a atingir com o dedo 5 a nota Ré, que aparece no terceiro compasso.

No final desse compasso, voltamos com o dedo 2 para a nota Sol e repetimos o dedilhado inicial.

No penúltimo compasso, o dedo 2 passa sobre o dedo 1 (polegar) da mão direita para tocar o Fá sustenido e volta para o sol.


Os acordes são tocados assim com a mão esquerda:

Sol M (Sol-Ré-Sol)


Ré M (Ré-Fá sustenido-Lá)


Dó M (Dó-Mi-Sol)

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Marcha soldado em Mi b

No último post, propus que os leitores fizessem a transposição da música Marcha soldado do tom de Ré M para o tom de Mi b Maior.
A música ficará a uma 2a. menor da anterior. O intervalo é de segunda, porque contamos as notas inicial e final num intervalo, no caso Ré - Mi b. É uma segunda menor porque tem a distância de um semitom entre as duas notas.
Aqui está Marcha soldado em Mib. Como vimos no artigo anterior, o tom de Mi b Maior tem 3 bemóis.






quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Como transpor uma música

Vou ensinar aqui como transpor uma música para outro tom. Às vezes, a música tem algumas notas muito graves ou agudas, dificultando a execução pelo cantor ou grupo de cantores, ou ainda é necessário adaptá-la para um instrumento que não atinja as notas muito agudas ou graves.
No sistema tonal, todas as tonalidades maiores têm a mesma estrutura, assim como todas as menores.
Assim, é possível transpor as músicas de um tom menor para outro menor ou de um tom maior para outro maior. Basta conhecer os acidentes existentes em todas as tonalidades maiores e menores.
Veja esta lista, com os acidentes em algumas tonalidades maiores e menores.
Dó Maior - nenhum acidente
Sol Maior - 1 sustenido
Ré Maior - 2 sustenidos
Lá Maior - 3 sustenidos
Mi Maior - 4 sustenidos
Si Maior - 5 sustenidos
Fá Maior - 1 bemol
Si B Maior - 2 bemóis
Mi B Maior - 3 bemóis
Lá B Maior - 4 bemóis
Ré B Maior - 5 bemóis

Passando para a prática, vou agora transpor a música Marcha soldado.
A música original está em Dó Maior. Vou transpô-la para Ré Maior, que fica uma segunda Maior acima, isto é, um tom acima. Todas as notas serão transpostas para uma segunda acima. Em lugar da nota Sol, vamos usar a nota Lá; em lugar da nota Mi, vou usar a nota Fa#, que fica uma segunda Maior acima; em lugar da nota Dó, vou usar a nota Ré.





Aqui está a música original:












Aqui está a música transposta:












Escreva agora a música em Mi b Maior. Basta escrever uma segunda acima desta música em Ré Maior.
Veja na tabela, qual será a armadura. Apresento o resultado na próxima postagem.


terça-feira, 17 de setembro de 2013

Escala de Lá menor em movimento contrário - Vídeo

Complementando o post anterior, aqui está o vídeo da escala de Lá menor em movimento contrário, esta escala:                                                          


Estou postando agora o vídeo da mesma escala.


terça-feira, 10 de setembro de 2013

Escalas relativas

Vou ensinar aqui o que são as escalas relativas e a escala relativa de Dó Maior, que é Lá menor.
No sistema tonal utilizado na nossa música, há tonalidades maiores e menores e, consequentemente, escalas maiores e menores. 
Na última semana, ensinei a tocar a escala de Dó Maior e agora vou ensinar a escala relativa de Dó Maior, que é Lá menor. Ambas as escalas não apresentam alterações na armadura.
Escalas relativas são as que têm a mesma armadura (conjunto de sustenidos ou bemóis, junto à clave), sendo uma em tonalidade maior e outra em tonalidade menor. A escala relativa menor é sempre encontrada uma terça menor abaixo da escala maior. Por exemplo, a nota Lá fica uma terça menor abaixo da nota Dó, que é o primeiro grau de Dó Maior (o grau em que a escala se inicia).
Só para apresentar outro exemplo, a relativa menor de Ré Maior é a  escala de Si menor, que se inicia em Si. Ambas têm na armadura Fá # (Fá sustenido) e Dó # (Dó sustenido).  
Vejam a escala de Lá menor, relativa de Dó Maior, com o dedilhado. Há mais um detalhe a esclarecer. Estou apresentando a escala na forma harmônica, que é a mais utilizada, em que o sétimo grau (o Sol na escala de Lá menor) tem uma alteração de um semitom ascendente. Isto é, o Sol na escala de Lá menor - forma harmônica - é Sol sustenido.
















Estou apresentando a escala em movimento contrário, em que o dedilhado é o mesmo para as duas mãos. 
Tentem tocar e na próxima postagem apresentarei o vídeo da escala. Boa semana!

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Escravos de Jó




Temos uma música tradicional no Brasil chamada Escravos de Jó, que vou ensinar aqui. Além de ser cantada, é também uma espécie de jogo e exercício de atenção e de coordenação motora. Enquanto se canta a música, é possível passar pedras de jogo num círculo, seguindo, indo e voltando ou retendo as pedras, conforme a letra:

Escravos de Jó
Jogavam caxangá,
Tira, bota, deixa ficar.
Guerreiros com guerreiros
Fazem zig zig zá.
Guerreiros com guerreiros
Fazem zig zig zá.

Veja como brincar em http://brincadeirakids.blogspot.com.br/2010/11/escravos-de-jo.html.

Aqui está a partitura da música, com o dedilhado.















Veja como tocar, nas fotos a seguir:

Iniciamos com o dedo 2 da mão direita na nota Sol.



No compasso 5, temos um Mi, que é tocado com o dedo 2.


Colocamos em seguida o dedo 4 na nota Sol.


No compasso seguinte, colocamos o dedo um na nota Mi, de forma a permitir tocarmos o Sol com o dedo 2, o Dó agudo com o dedo 4 e o Mi agudo com o dedo 5. Veja.


A partir do compasso 9, colocamos o dedo 2 da mão direita na nota Sol e o dedo 1 na nota Mi, o que permite tocar a sequência até o final da música.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Notas musicais - resultado do teste

Aqui está o resultado do teste de ontem sobre as notas musicais. Se tiver alguma dúvida quanto ao assunto, pode entrar em contato comigo através dos comentários e esclarecerei sua dúvida.



terça-feira, 20 de agosto de 2013

Teste de revisão sobre notas musicais

Olá, hoje vou apresentar a você um teste de revisão sobre notas musicais.
Gostaria que escrevesse o nome das  notas musicais na música A Condessa, que mostramos nas últimas postagens.
Veja a partitura. Imprima, se assim o desejar, e coloque o nome das notas nas claves de Sol e de Fá. Amanhã apresentarei a resposta.
Bom trabalho!
























A propósito, esta música está no tom de Fá Maior e podemos chegar a essa conclusão porque há um Sib na armadura tonal, ao lado das claves, o que é característico da tonalidade de Fá Maior e porque a música termina em Fá. 
Posteriormente ensino aos leitores como tocar a escala de Fá Maior.

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Ciranda A condessa

Vejam a partitura da melodia da  música de roda infantil A condessa. Na postagem anterior, mostramos vídeo da música de mesmo título composta pelo famoso Villa-Lobos. Agora apresentamos a melodia infantil para você tocar, conservando-a  como foi escrita por Villa-Lobos e com as mesmas notas mais graves - baixo -  usadas por ele no acompanhamento.






















Veja como fica a posição dos dedos para tocar a música. Iniciando com o acompanhamento, inicia com a nota Fá, tocada com o dedo 2. Basta continuar acompanhando o dedilhado a partir daí. Não há mudança na posição dos dedos. Notem que no antepenúltimo compasso, há um Sol bemol, tocado com o dedo 1.



Quanto à melodia, inicia com o dedo 4 na nota Dó aguda. No compasso 9, afasta-se um pouco o polegar, para tocar o Fá com o dedo 1 e continua-se com o 2 no Sol. No compasso seguinte (10), o segundo Sol é tocado com o dedo 3, e o Mi seguinte com o dedo 1, continuando assim nesta posição, com o dedo 2 no Fá, o 3 no Sol, o 4 no Lá e o 5 no Sib, seguindo assim até o final da música.







Toque no seu teclado! É uma melodia bonita.